Santa Ceia e o Ministério Pastoral

Cremos, ensinamos e confessamos que o ministro pastoral é um ofício ordenado por Deus para administrar publicamente a palavra de Deus e os sacramentos. Os ministros não constituem uma classe especial de pessoas, como os sacerdotes do Antigo Testamento. Sendo todos os cristãos sacerdotes reais, ninguém tem o direito de sobrepor-se aos outros. Por isso, só o chamado de uma comunidade torna alguém um ministro. O ministro exerce publicamente as funções que todos os cristãos exercem em particular. Referências bíblicas: At 6.2; 1 Pe 2.9; Tt1.5-7; At 20.17,28; 1 Co 14.34ss; 1 Tm 2.11.

Cremos, ensinamos e confessamos que, na Santa Ceia, o Senhor Jesus Cristo, de acordo com sua palavra, nos dá o seu corpo e sangue para remissão dos pecados. Os elementos materiais, pão e vinho, não se transformam em corpo e sangue. Mas por ordem e promessa de Deus, recebemos na Santa Ceia em, com e sob o pão e o vinho, o verdadeiro corpo e sangue de Cristo. Os que crêem, recebem-no para fortalecimento da fé. Os que participam sem arrependimento e fé, recebem igualmente o verdadeiro corpo e sangue de Cristo, mas para juízo. A Santa Ceia é a mesa do Senhor onde recebemos conforto e consolo. Ela nos dá o perdão dos pecados e nos fortalece na esperança da ressurreição. Referências bíblicas: Mt 26.26-28; Mc 14.24; 1 Co 11.24-29..